Escolha sua fonte:
 Arimo
 Merriweather
 Mukta Malar
 Open Sans Condensed
 Rokkitt
 Source Sans Pro
 Login


 Português 
 Français 
 English 

[Valid RSS] RSS
bar

Banco de dados - Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR)

Descrição deste banco de dados documental (Site da AFAR)
Atualmente 3053 fichas
Canal do YouTube (tutorial)

https://afar.info/id=1917

Criado em : 29 Mar 2006
Alterado em : 02 Dec 2007

 Modificar esta ficha
Siga este link somente se você tiver um palavra chave de editor!


Compartilhar: Facebook logo   Tweeter logo   Difícil

Nota bibliográfica (sem autor) :

Labor induction by vaginal misoprostol in grand multiparous women. {Mozambique}. Acta Obstet Gynecol Scand. 1999 Mar;78(3):198-201.

Autores :

Bique C, Bugalho A, Bergstrom S.

Ano de publicação :

1999

URL(s) :

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/entrez/query.fcgi?cmd=…

Résumé (français)  :

Abstract (English)  :

BACKGROUND: Grand multiparous women in poor and under-privileged settings run a high risk of uterine rupture at labor induction. The purpose was to elucidate whether vaginal misoprostol medication is a safe and cost-effective alternative induction method in grand multiparous women, in whom, under prevailing circumstances, induction by oxytocin is associated with high risk of adverse maternal outcome of pregnancy.

METHOD: One hundred and sixty-five grand multiparous parturient women with five or more previous deliveries were divided into two groups. The first group (n=134) had the fetus alive and the second (n=31) had late intrauterine fetal death. Both groups were subject to induction of labor by use of vaginal misoprostol in a dose of 50 microg (live fetus) and 100 microg (intrauterine fetal death). No additional oxytocin was utilised.

RESULTS: Labor induction by vaginal misoprostol was successful in grand multiparous women. The proportion of women requiring a Cesarean section was 6.0%, which is less than one third of the average Cesarean section rate in the setting studied. Women with fetus alive had significantly shorter application-to-expulsion interval (AEI) than women with fetal death (10.1 versus 15.4 hours; p=0.039). Significantly shorter AEI was recorded in women with prelabor rupture of membranes (9.1 hours) than in women with intact membranes (12.9 hours) (p=0.01). With Bishop’s score > or = 5 and < 5 AEI was 8.7 hours and 14.4 hours, respectively (p=0.001). No significantly adverse neonatal or maternal outcomes of pregnancy were registered and it was specifically noted that no uterine rupture occurred among the 165 grand multiparous women induced.

CONCLUSIONS: Induction of under-privileged grand multiparous women with live fetus or with fetal death can be performed safely and cost-effectively by vaginal misoprostol.

Sumário (português)  :

Comentários :

Argument (français) :

Argument (English):

Argumento (português):

Palavras-chaves :

➡ cesariana ; medicina baseada em evidências ; indução ; misoprostol (Cytotec) ; tempo de termo excedido

Autor da esta ficha :

Cécile Loup — 29 Mar 2006

Discussão (exibir apenas português)
 
➡ Reservado para usuários identificados



 Li a carta de discussões e aceito as condições
[Ocultar diretrizes]

➡ Diretrizes de discussão

1) Os comentários são destinados a esclarecer o conteúdo do artigo ou fornecer links para aprofundar o assunto
2) Os comentários são públicos e as opiniões expressas são de responsabilidade dos autores
3) Evite anedotas e histórias pessoais
4) Quaisquer comentários fora do tópico ou que contenham comentários inaceitáveis serão excluídos sem aviso prévio

barre

Efectuar uma nova consulta especialista --- Outro pedido simples

Criação de uma ficha --- Importar registros

Gerenciamento de usuários --- Fazer backup do banco de dados --- Contato

bar

Esta base de dados é gerida pela Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR, https://afar.info)
filiados Collectif interassociatif autour de la naissance (CIANE, https://ciane.net).
Ele é alimentado pelas contribuições de voluntários interessados ​​em compartilhar informações científicas.
Se você aprovar este projeto, você pode nos ajudar de várias maneiras:
(1) tornar-se um colaborador com base nisso, se você tem um pouco experiência na literatura científica
(2) ou apoio financeiro AFAR (veja abaixo)
(3) ou tornar-se um membro da AFAR (ou outra associação afiliada à CIANE).
Faça login ou crie uma conta para seguir as alterações ou se tornar um editor.
Contato afar.association(arobase)gmail.com para mais informações.

Valid CSS! Valid HTML!
Doar para a AFAR (clique em “Faire un don”) nos ajudará a manter e desenvolver sites e bancos de dados
públicos para o apoio das decisões informadas dos pais e cuidadores com relação ao parto