Escolha sua fonte:
 Arimo
 Merriweather
 Mukta Malar
 Open Sans Condensed
 Rokkitt
 Source Sans Pro
 Login


 Português 
 Français 
 English 

[Valid RSS] RSS
bar

Banco de dados - Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR)

Descrição deste banco de dados documental (Site da AFAR)
Atualmente 3046 fichas
Canal do YouTube (tutorial)

https://afar.info/id=2742

Criado em : 21 Aug 2017
Alterado em : 21 Aug 2017

 Modificar esta ficha
Siga este link somente se você tiver um palavra chave de editor!


Compartilhar: Facebook logo   Tweeter logo   Difícil

Nota bibliográfica (sem autor) :

Obstetric violence: a new framework for identifying challenges to maternal healthcare in Argentina - Reproductive Health Matters - Vol. 24, 47 - ISBN: 0968-8080 - p.65-73

Autores :

Vacaflor, Carlos Herrera

Ano de publicação :

2016

URL(s) :

http://dx.doi.org/10.1016/j.rhm.2016.05.001
https://doi.org/10.1016/j.rhm.2016.05.001

Résumé (français)  :

Abstract (English)  :

Argentina has recognized women’s right to not be subjected to obstetric violence, the violence exercised by health personnel on the body and reproductive processes of pregnant women, as expressed through dehumanizing treatment, medicalization abuse, and the conversion of natural processes of reproduction into pathological ones. Argentina’s legislative decision to frame this abuse and mistreatment of women under the rubric of gender-based violence permits the identification of failures in both the healthcare system and women’s participation in society. This article examines how applying the Violence Against Women framework to address issues of abuse and mistreatment of women during maternal health care provides a beneficial approach for analyzing such embedded structural problems from public health, human rights, and ethics perspectives. The framework of Violence Against Women seeks to transform existing harmful cultural practices, not only through the protection of women’s reproductive autonomy, but also through the empowerment of women’s participation in society.

Sumário (português)  :

Comentários :

Argument (français) :

Argument (English):

Argumento (português):

Palavras-chaves :

➡ violência ginecológica e obstétrica violência obstétrica ; iatrogenia ; protocolos ; saúde pública ; traumatismos ; deontologia ; consentimento informado

Autor da esta ficha :

Import 21/08/2017 — 21 Aug 2017
➡ última atualização : Bernard Bel — 21 Aug 2017

Artigos relacionados
Fixado por #3059   Marie-Laure Franeczek (2018). Violence obstétricale : essai de définition à partir de la littérature scientifique. Mémoire de gynécologie et obstétrique. ➡ https://afar.info/id=3059
Discussão (exibir apenas português)
 
➡ Reservado para usuários identificados



 Li a carta de discussões e aceito as condições (leia as diretrizes)

barre

Efectuar uma nova consulta especialista --- Outro pedido simples

Criação de uma ficha --- Importar registros

Gerenciamento de usuários --- Fazer backup do banco de dados --- Contato

bar

Esta base de dados é gerida pela Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR, https://afar.info)
filiados Collectif interassociatif autour de la naissance (CIANE, https://ciane.net).
Ele é alimentado pelas contribuições de voluntários interessados ​​em compartilhar informações científicas.
Se você aprovar este projeto, você pode nos ajudar de várias maneiras:
(1) tornar-se um colaborador com base nisso, se você tem um pouco experiência na literatura científica
(2) ou apoio financeiro AFAR (veja abaixo)
(3) ou tornar-se um membro da AFAR (ou outra associação afiliada à CIANE).
Faça login ou crie uma conta para seguir as alterações ou se tornar um editor.
Contato afar.association(arobase)gmail.com para mais informações.

Valid CSS! Valid HTML!
Doar para a AFAR (clique em “Faire un don”) nos ajudará a manter e desenvolver sites e bancos de dados
públicos para o apoio das decisões informadas dos pais e cuidadores com relação ao parto