Escolha sua fonte:
 Arimo
 Merriweather
 Mukta Malar
 Open Sans Condensed
 Rokkitt
 Source Sans Pro
 Login


 Português 
 Français 
 English 

[Valid RSS] RSS
bar

Banco de dados - Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR)

Descrição deste banco de dados documental (Site da AFAR)
Atualmente 3046 fichas
Canal do YouTube (tutorial)

https://afar.info/id=2780

Criado em : 26 Nov 2017
Alterado em : 26 Nov 2017

 Modificar esta ficha
Siga este link somente se você tiver um palavra chave de editor!


Compartilhar: Facebook logo   Tweeter logo   Difícil

Nota bibliográfica (sem autor) :

Maternal and neonatal outcome of labour induction at term comparing two regimens of misoprostol - Journal of Perinatal Medicine - Vol. 42, 5 - p.603-609

Autores :

Kreft, M.; Krähenmann, F.; Roos, M.; Kurmanavicius, J.; Zimmermann, R.; Ochsenbein-Kölble, N.

Ano de publicação :

2014

URL(s) :

https://www.scopus.com/inward/record.uri?eid=2-s2.…
https://doi.org/10.1515/jpm-2013-0215

Résumé (français)  :

Abstract (English)  :

Aim: To compare the efficacy and safety of two misoprostol dosing regimens for induction of labour in primiparous (1P) and multiparous (>1P) women. Methods: Retrospective study of induction of labour using vaginal misoprostol 25 μg vs. 50 μg every 6 h in 942 women at a tertiary centre. The main outcome variables are induction-to-delivery interval, latency period duration, vaginal delivery within 24 h, and maternal and foetal safety outcome. Results: With the 50 μg regimen, induction-to-delivery intervals were significantly shorter: 18.4 h vs. 24.6 h (1P) and 14 h vs. 17.9 h (>1P), as was latency period duration (by 5.4 and 4 h, respectively). Vaginal delivery within 24 h was significantly more frequent, as were non-reassuring foetal heart rate (1P: 20% vs. 14%) and tachysystole (1P: 31% vs. 11%; >1P: 21% vs. 7%). No uterine rupture was reported. Neonatal outcomes were similar except for significantly more frequent infant referral to neonatal intensive care in the >1P group receiving the 50 μg regimen (11% vs. 4%). Conclusion: Vaginal misoprostol 25 μg seems to maintain efficacy with more acceptable maternal and neonatal safety. As induction of labour is an off-label use for misoprostol, safety should be prioritised with the lower dosage regimen despite the longer induction-to-delivery interval.

Sumário (português)  :

Comentários :

Argument (français) :

Argument (English):

Argumento (português):

Palavras-chaves :

➡ indução ; misoprostol (Cytotec)

Autor da esta ficha :

Import 26/11/2017 — 26 Nov 2017

Discussão (exibir apenas português)
 
➡ Reservado para usuários identificados



 Li a carta de discussões e aceito as condições (leia as diretrizes)

barre

Efectuar uma nova consulta especialista --- Outro pedido simples

Criação de uma ficha --- Importar registros

Gerenciamento de usuários --- Fazer backup do banco de dados --- Contato

bar

Esta base de dados é gerida pela Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR, https://afar.info)
filiados Collectif interassociatif autour de la naissance (CIANE, https://ciane.net).
Ele é alimentado pelas contribuições de voluntários interessados ​​em compartilhar informações científicas.
Se você aprovar este projeto, você pode nos ajudar de várias maneiras:
(1) tornar-se um colaborador com base nisso, se você tem um pouco experiência na literatura científica
(2) ou apoio financeiro AFAR (veja abaixo)
(3) ou tornar-se um membro da AFAR (ou outra associação afiliada à CIANE).
Faça login ou crie uma conta para seguir as alterações ou se tornar um editor.
Contato afar.association(arobase)gmail.com para mais informações.

Valid CSS! Valid HTML!
Doar para a AFAR (clique em “Faire un don”) nos ajudará a manter e desenvolver sites e bancos de dados
públicos para o apoio das decisões informadas dos pais e cuidadores com relação ao parto