Escolha sua fonte:
 Arimo
 Merriweather
 Mukta Malar
 Open Sans Condensed
 Rokkitt
 Source Sans Pro
 Login


 Português 
 Français 
 English 

[Valid RSS] RSS
bar

Banco de dados - Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR)

Descrição deste banco de dados documental (Site da AFAR)
Atualmente 3046 fichas
Canal do YouTube (tutorial)

https://afar.info/id=2887

Criado em : 16 Jan 2018
Alterado em : 27 Nov 2018

 Modificar esta ficha
Siga este link somente se você tiver um palavra chave de editor!


Compartilhar: Facebook logo   Tweeter logo   Fácil

Nota bibliográfica (sem autor) :

Episiotomy: a form of genital mutilation. Letter to The Lancet. Volume 353, No. 9168, p. 1977–1978

Autores :

Wagner, Marsden

Ano de publicação :

1999

URL(s) :

http://www.thelancet.com/journals/lancet/article/P…
https://doi.org/10.1016/S0140-6736(05)77197-X

Résumé (français)  :

Dans « Sketches from The Lancet » (24 avril, p. 1453) 1 Peter Kandela explique comment il y a plus de 130 ans, le Lancet avait joué un rôle dans le renversement du soutien d’une forme de mutilation génitale féminine au Royaume-Uni - la clitoridectomie. J’espère que vous pourrez jouer un rôle en détournant l’aide d’une autre forme de mutilation génitale féminine répandue au Royaume-Uni aujourd’hui : l’épisiotomie.

Abstract (English)  :

In his ‘Sketches from The Lancet’ (April 24, p 1453) 1 Peter Kandela describes how over 130 years ago The Lancet played a part in turning support away from one form of female genital mutilation in the UK—clitoridectomy. Hopefully, you can play a part in turning support away from another form of female genital mutilation which is widespread in the UK today — episiotomy.

Sumário (português)  :

Texto completo (public) :

Comentários :

Marc Girard a répondu à ce courrier : http://afar.info/id=561

Argument (français) :

Malgré les preuves, l’utilisation généralisée de l’épisiotomie continue

Argument (English):

Despite the evidence, widespread use of episiotomy continues

Argumento (português):

Apesar das evidências, o uso generalizado da episiotomia continua

Palavras-chaves :

➡ medicina baseada em evidências ; protocolos ; saúde pública ; iatrogenia ; violência ginecológica e obstétrica violência obstétrica ; deontologia ; consentimento informado ; episiotomia ; estresse pós-traumático

Autor da esta ficha :

Bernard Bel — 16 Jan 2018
➡ última atualização : Bernard Bel — 27 Nov 2018

Discussão (exibir apenas português)
 
➡ Reservado para usuários identificados



 Li a carta de discussões e aceito as condições (leia as diretrizes)

barre

Efectuar uma nova consulta especialista --- Outro pedido simples

Criação de uma ficha --- Importar registros

Gerenciamento de usuários --- Fazer backup do banco de dados --- Contato

bar

Esta base de dados é gerida pela Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR, https://afar.info)
filiados Collectif interassociatif autour de la naissance (CIANE, https://ciane.net).
Ele é alimentado pelas contribuições de voluntários interessados ​​em compartilhar informações científicas.
Se você aprovar este projeto, você pode nos ajudar de várias maneiras:
(1) tornar-se um colaborador com base nisso, se você tem um pouco experiência na literatura científica
(2) ou apoio financeiro AFAR (veja abaixo)
(3) ou tornar-se um membro da AFAR (ou outra associação afiliada à CIANE).
Faça login ou crie uma conta para seguir as alterações ou se tornar um editor.
Contato afar.association(arobase)gmail.com para mais informações.

Valid CSS! Valid HTML!
Doar para a AFAR (clique em “Faire un don”) nos ajudará a manter e desenvolver sites e bancos de dados
públicos para o apoio das decisões informadas dos pais e cuidadores com relação ao parto