Escolha sua fonte:
 Arimo
 Merriweather
 Mukta Malar
 Open Sans Condensed
 Rokkitt
 Source Sans Pro
 Login


 Português 
 Français 
 English 

[Valid RSS] RSS
bar

Banco de dados - Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR)

Descrição deste banco de dados documental (Site da AFAR)
Atualmente 3046 fichas
Canal do YouTube (tutorial)

https://afar.info/id=3042

Criado em : 16 Dec 2018
Alterado em : 16 Dec 2018

 Modificar esta ficha
Siga este link somente se você tiver um palavra chave de editor!


Compartilhar: Facebook logo   Tweeter logo   Fácil

Nota bibliográfica (sem autor) :

La sémiotique intime et l’« accouchement non assisté ». « Yonitalk » – communication donnée dans le cadre du Yonifest le 2 août 2014, Ayer’s Cliff, Québec.

Autores :

Stéphanie St-Amant

Ano de publicação :

2014

URL(s) :

https://www.academia.edu/8183371/La_sémiotique_in…

Résumé (français)  :

Si j’ai choisi de traiter, dans le cadre du Yonifest, du sujet de l’« accouchement non assisté », ou freebirth, ou « accouchement autonome » (appelons « ANA »), je pense que, pour ce soir, il serait pertinent de l’aborder dans une perspective plus vaste : celle de notre rapport aux signes de la grossesse et de la naissance et le déplacement qu’on leur a fait subir (de la femme vers l’extérieur), voire leur effacement progressif.

Abstract (English)  :

Sumário (português)  :

Texto completo (public) :

Comentários :

Argument (français) :

Aborder l’accouchement non-assisté dans une perspective plus vaste : celle de notre rapport aux signes de la grossesse et de la naissance et le déplacement qu’on leur a fait subir (de la femme vers l’extérieur), voire leur effacement progressif.

Argument (English):

Addressing unassisted childbirth in a broader perspective: that of our relationship to the signs of pregnancy and birth and the displacement they have been subjected to (from the woman to the outside), or even their gradual erasure.

Argumento (português):

Abordar o parto não assistido numa perspectiva mais ampla: a nossa relação com os sinais da gravidez e do nascimento e o deslocamento a que foram submetidos (da mulher para o exterior), ou mesmo a sua eliminação gradual.

Palavras-chaves :

➡ parto alternativo ; história, sociologia ; psicologia ; parto domiciliar planejado

Autor da esta ficha :

Bernard Bel — 16 Dec 2018

Discussão (exibir apenas português)
 
➡ Reservado para usuários identificados



 Li a carta de discussões e aceito as condições (leia as diretrizes)

barre

Efectuar uma nova consulta especialista --- Outro pedido simples

Criação de uma ficha --- Importar registros

Gerenciamento de usuários --- Fazer backup do banco de dados --- Contato

bar

Esta base de dados é gerida pela Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR, https://afar.info)
filiados Collectif interassociatif autour de la naissance (CIANE, https://ciane.net).
Ele é alimentado pelas contribuições de voluntários interessados ​​em compartilhar informações científicas.
Se você aprovar este projeto, você pode nos ajudar de várias maneiras:
(1) tornar-se um colaborador com base nisso, se você tem um pouco experiência na literatura científica
(2) ou apoio financeiro AFAR (veja abaixo)
(3) ou tornar-se um membro da AFAR (ou outra associação afiliada à CIANE).
Faça login ou crie uma conta para seguir as alterações ou se tornar um editor.
Contato afar.association(arobase)gmail.com para mais informações.

Valid CSS! Valid HTML!
Doar para a AFAR (clique em “Faire un don”) nos ajudará a manter e desenvolver sites e bancos de dados
públicos para o apoio das decisões informadas dos pais e cuidadores com relação ao parto