Escolha sua fonte:
 Arimo
 Merriweather
 Mukta Malar
 Open Sans Condensed
 Rokkitt
 Source Sans Pro
 Login


 Português 
 Français 
 English 

[Valid RSS] RSS
bar

Banco de dados - Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR)

Descrição deste banco de dados documental (Site da AFAR)
Atualmente 3053 fichas
Canal do YouTube (tutorial)

https://afar.info/id=398

Criado em : 22 Jan 2004
Alterado em : 27 Dec 2007

 Modificar esta ficha
Siga este link somente se você tiver um palavra chave de editor!


Compartilhar: Facebook logo   Tweeter logo   Difícil

Nota bibliográfica (sem autor) :

Absent nasal bone in the prenatal detection of fetuses with trisomy 21 in a high-risk population. Obstetrics & Gynecology 2003;101(5):905-908.

Autores :

Vintzileos A, Walters C, Yeo L.

Ano de publicação :

2003

URL(s) :

http://www.sciencedirect.com/science?_ob=ArticleUR…

Résumé (français)  :

Abstract (English)  :

OBJECTIVE : To estimate the usefulness of absent nasal bone by ultrasound in the prenatal detection of second-trimester fetuses with trisomy 21.
METHODS : This was a matched case?control study of sonograms from January 1, 1997 to April 30, 2002. Genetic sonograms and facial profile pictures of all fetuses that were subsequently proven to have trisomy 21 were reviewed (study group). A control group was identified during the same study period by using a 4-to-1 ratio matching for gestational age at the time of the ultrasound examination. The sensitivity and specificity of absent fetal nasal bone for trisomy 21 were determined, and overlap with other ultrasound aneuploidy markers was assessed.
RESULTS : Forty fetuses were identified with trisomy 21; in 29 (72.5%) a facial profile had been obtained. Of the 160 controls, 102 (64%) had facial profiles documented. Of the 29 fetuses with trisomy 21 with facial profile available, 12 had absent nasal bone (sensitivity 41%). None of the 102 control fetuses with facial profiles available had absent nasal bone (specificity 100%). The sensitivity of genetic ultrasound was increased from 83% (24 of 29) to 90% (26 of 29) by adding absent nasal bone to the other ultrasound aneuploidy markers.
CONCLUSION : In the second trimester of pregnancy, absent nasal bone has a sensitivity of 41% and a specificity of 100% in detecting fetal trisomy 21. Absent fetal nasal bone may be added to the list of ultrasound aneuploidy markers evaluated during a genetic sonogram.

Sumário (português)  :

Comentários :

Argument (français) :

Argument (English):

Argumento (português):

Palavras-chaves :

➡ despistagem ; ecografia ; trisomia

Autor da esta ficha :

Cécile Loup — 22 Jan 2004

Discussão (exibir apenas português)
 
➡ Reservado para usuários identificados



 Li a carta de discussões e aceito as condições (leia as diretrizes)

barre

Efectuar uma nova consulta especialista --- Outro pedido simples

Criação de uma ficha --- Importar registros

Gerenciamento de usuários --- Fazer backup do banco de dados --- Contato

bar

Esta base de dados é gerida pela Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR, https://afar.info)
filiados Collectif interassociatif autour de la naissance (CIANE, https://ciane.net).
Ele é alimentado pelas contribuições de voluntários interessados ​​em compartilhar informações científicas.
Se você aprovar este projeto, você pode nos ajudar de várias maneiras:
(1) tornar-se um colaborador com base nisso, se você tem um pouco experiência na literatura científica
(2) ou apoio financeiro AFAR (veja abaixo)
(3) ou tornar-se um membro da AFAR (ou outra associação afiliada à CIANE).
Faça login ou crie uma conta para seguir as alterações ou se tornar um editor.
Contato afar.association(arobase)gmail.com para mais informações.

Valid CSS! Valid HTML!
Doar para a AFAR (clique em “Faire un don”) nos ajudará a manter e desenvolver sites e bancos de dados
públicos para o apoio das decisões informadas dos pais e cuidadores com relação ao parto