Escolha sua fonte:
 Arimo
 Merriweather
 Mukta Malar
 Open Sans Condensed
 Rokkitt
 Source Sans Pro
 Login


 Português 
 Français 
 English 

[Valid RSS] RSS
bar

Banco de dados - Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR)

Descrição deste banco de dados documental (Site da AFAR)
Atualmente 3059 fichas
Canal do YouTube (tutorial)

https://afar.info/id=527

Criado em : 26 Feb 2004
Alterado em : 02 Dec 2007

 Modificar esta ficha
Siga este link somente se você tiver um palavra chave de editor!


Compartilhar: Facebook logo   Tweeter logo   Difícil

Nota bibliográfica (sem autor) :

Time course of the regression of asymptomatic bacterial vaginosis in pregnancy with and without treatment. American Journal of Obstetrics and Gynecology 2004;190(2):363-370.

Autores :

Klebanoff MA, Hauth JC, MacPherson CA, et al.

Ano de publicação :

2004

URL(s) :

http://www.sciencedirect.com/science?_ob=ArticleUR…

Résumé (français)  :

Abstract (English)  :

OBJECTIVE : The purpose of this study was to determine the effectiveness of treatment over time for bacterial vaginosis in pregnancy and the probability of spontaneous resolution with placebo.
STUDY DESIGN : Women with asymptomatic bacterial vaginosis on Gram stain were assigned randomly at 16 to 23 weeks of gestation to receive two 2-g doses of metronidazole or placebo 48 hours apart and were re-evaluated for changes in Gram stain score on one occasion 2 weeks later.
RESULTS : Of 658 women who underwent metronidazole therapy, treatment was successful (score, <7) in 78% of those women who were seen at 2 to 3.9 weeks of gestation, which was similar to women seen 10 weeks after treatment. In 683 women who underwent placebo therapy, spontaneous resolution increased significantly from 13% at 2 to 3.9 weeks of gestation to 36% at 10 weeks of gestation. Spontaneous resolution was more common with lower vaginal pH or lactobacilli on Gram stain at the time of random assignment.
CONCLUSION : The effectiveness of metronidazole therapy of bacterial vaginosis persists for 10 weeks. Women who underwent placebo therapy had significant remission of bacterial vaginosis over 10 weeks. Remission was more common when the initial vaginal microbiologic disturbances were less severe.

Sumário (português)  :

Comentários :

Argument (français) :

Argument (English):

Argumento (português):

Palavras-chaves :

➡ infecções ; medicina baseada em evidências

Autor da esta ficha :

Cécile Loup — 26 Feb 2004

Discussão (exibir todas as linguas)
 
➡ Reservado para usuários identificados



 Li a carta de discussões e aceito as condições
[Ocultar diretrizes]

➡ Diretrizes de discussão

1) Os comentários são destinados a esclarecer o conteúdo do artigo ou fornecer links para aprofundar o assunto
2) Os comentários são públicos e as opiniões expressas são de responsabilidade dos autores
3) Evite anedotas e histórias pessoais
4) Quaisquer comentários fora do tópico ou que contenham comentários inaceitáveis serão excluídos sem aviso prévio

barre

Efectuar uma nova consulta especialista --- Outro pedido simples

Criação de uma ficha --- Importar registros

Gerenciamento de usuários --- Fazer backup do banco de dados --- Contato

bar

Esta base de dados é gerida pela Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR, https://afar.info)
filiados Collectif interassociatif autour de la naissance (CIANE, https://ciane.net).
Ele é alimentado pelas contribuições de voluntários interessados ​​em compartilhar informações científicas.
Se você aprovar este projeto, você pode nos ajudar de várias maneiras:
(1) tornar-se um colaborador com base nisso, se você tem um pouco experiência na literatura científica
(2) ou apoio financeiro AFAR (veja abaixo)
(3) ou tornar-se um membro da AFAR (ou outra associação afiliada à CIANE).
Faça login ou crie uma conta para seguir as alterações ou se tornar um editor.
Contato afar.association(arobase)gmail.com para mais informações.

Valid CSS! Valid HTML!
Doar para a AFAR (clique em “Faire un don”) nos ajudará a manter e desenvolver sites e bancos de dados
públicos para o apoio das decisões informadas dos pais e cuidadores com relação ao parto