Escolha sua fonte:
 Arimo
 Merriweather
 Mukta Malar
 Open Sans Condensed
 Rokkitt
 Source Sans Pro
 Login


 Português 
 Français 
 English 

[Valid RSS] RSS
bar

Banco de dados - Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR)

Descrição deste banco de dados documental (Site da AFAR)
Atualmente 3046 fichas
Canal do YouTube (tutorial)

https://afar.info/id=89

Criado em : 08 Oct 2003
Alterado em : 26 Jun 2018

 Modificar esta ficha
Siga este link somente se você tiver um palavra chave de editor!


Compartilhar: Facebook logo   Tweeter logo   Difícil

Nota bibliográfica (sem autor) :

Differences in management and results in term-delivery in nine European referral hospitals: descriptive study. European Journal of Obstetrics & Gynecology and Reproductive Biology 2002;103:4-13.

Autores :

Alran S, Sibony O, Oury JF, Luton D, Blot P.

Ano de publicação :

2002

URL(s) :

http://www.sciencedirect.com/science?_ob=ArticleUR…
https://doi.org/10.1016/S0301-2115(02)00028-3

Résumé (français)  :

Abstract (English)  :

OBJECTIVE: To compose obstetric interventions around Europe.

STUDY DESIGN: A survey of obstetric practices, logistics and statistical outcomes in nine tertiary referral hospitals in Europe between November 1999 and October 2000.

RESULTS: There was wide variation in the management of pre labour rupture of the membranes at term, methods of analgesia, induction of labour, and mode of cephalic and breech delivery. Midwives practised normal deliveries at only three sites. Rates of epidural analgesia varied from 0% in Perugia to 98% in Barcelona, instrumental delivery from 3% in Perugia to 40% in Barcelona, episiotomy from 9.7% in Uppsala to 58% in Perugia, caesarean section before and during labour from 12% in Paris to 32% in Athens, vaginal breech delivery from 15% in Barcelona to 70% in Paris. The percentage of primipara varied from 40% in Uppsala to 65% in Perugia; birth weight under 2500 g from 5% in Uppsala to 23% in Amsterdam, over 4000 g from 3.1% in Athens to 22% in Uppsala and gestational age less than 37 weeks from 6% in Dublin to 26% in Amsterdam.

CONCLUSION: There are considerable differences in obstetric practices without any major difference in maternal and perinatal mortality.

Sumário (português)  :

Comentários :

Acces libre au resume, texte payant.

Argument (français) :

Il existe des différences considérables dans les pratiques obstétricales sans différence majeure de mortalité maternelle et périnatale.

Argument (English):

There are considerable differences in obstetric practices without any major difference in maternal and perinatal mortality.

Argumento (português):

Existem diferenças consideráveis nas práticas obstétricas, sem qualquer grande diferença na mortalidade materna e perinatal.

Palavras-chaves :

➡ cesariana ; duração do trabalho de parto ; fisiologia ; idade materna ; indução ; tempo de termo excedido ; distocia ; apresentação pelvica (sentado) ; episiotomia ; extracção instrumental ; gestão activa do trabalho ; epidural ; ruptura das membranas

Autor da esta ficha :

Cécile Loup — 08 Oct 2003
➡ última atualização : Bernard Bel — 26 Jun 2018

Discussão (exibir apenas português)
 
➡ Reservado para usuários identificados



 Li a carta de discussões e aceito as condições (leia as diretrizes)

barre

Efectuar uma nova consulta especialista --- Outro pedido simples

Criação de uma ficha --- Importar registros

Gerenciamento de usuários --- Fazer backup do banco de dados --- Contato

bar

Esta base de dados é gerida pela Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR, https://afar.info)
filiados Collectif interassociatif autour de la naissance (CIANE, https://ciane.net).
Ele é alimentado pelas contribuições de voluntários interessados ​​em compartilhar informações científicas.
Se você aprovar este projeto, você pode nos ajudar de várias maneiras:
(1) tornar-se um colaborador com base nisso, se você tem um pouco experiência na literatura científica
(2) ou apoio financeiro AFAR (veja abaixo)
(3) ou tornar-se um membro da AFAR (ou outra associação afiliada à CIANE).
Faça login ou crie uma conta para seguir as alterações ou se tornar um editor.
Contato afar.association(arobase)gmail.com para mais informações.

Valid CSS! Valid HTML!
Doar para a AFAR (clique em “Faire un don”) nos ajudará a manter e desenvolver sites e bancos de dados
públicos para o apoio das decisões informadas dos pais e cuidadores com relação ao parto