Escolha sua fonte:
 Arimo
 Merriweather
 Mukta Malar
 Open Sans Condensed
 Rokkitt
 Source Sans Pro
 Login


 Português 
 Français 
 English 

[Valid RSS] RSS
bar

Banco de dados - Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR)

Descrição deste banco de dados documental (Site da AFAR)
Atualmente 3046 fichas
Canal do YouTube (tutorial)

https://afar.info/id=955

Criado em : 08 Oct 2004
Alterado em : 02 Dec 2007

 Modificar esta ficha
Siga este link somente se você tiver um palavra chave de editor!


Compartilhar: Facebook logo   Tweeter logo   Difícil

Nota bibliográfica (sem autor) :

Massive obstetric haemorrhage. Baillieres Best Pract Res Clin Obstet Gynaecol. 2000 Feb;14(1):1-18.

Autores :

Bonnar J.

Ano de publicação :

2000

URL(s) :

http://www.ncbi.nlm.nih.gov/entrez/query.fcgi?cmd=…

Résumé (français)  :

Abstract (English)  :

Massive obstetric haemorrhage is a major cause of maternal death and morbidity; abruptio placentae, placenta praevia and postpartum haemorrhage being the main causes. A delay in the correction of hypovolaemia, a delay in the diagnosis and treatment of defective coagulation and a delay in the surgical control of bleeding are the avoidable factors in most maternal deaths caused by haemorrhage. The degree of hypotension is the first guide to the level of blood loss, except in abruptio placentae. A protocol incorporating the guidelines is shown. The rapid correction of hypovolaemia with crystalloids and red cells is the first priority, followed by blood component therapy as indicated by the haematocrit, coagulation tests, platelet count and clinical features. Serial monitoring of the response to treatment is essential. Oxytocin and prostaglandin will correct uterine atony, and appropriate surgical intervention is required for traumatic bleeding. Ligation of the uterine arteries, ovarian arteries and internal iliac arteries will usually control uterine bleeding, arterial embolization also being effective. Hysterectomy should be considered as well. Catastrophic bleeding may also arise in complications such as rupture of the liver and acute fatty liver of pregnancy. These rare complications are best managed by a multidisciplinary team involving the obstetrician, anaesthetist, haematologist, hepatologist and renal physician. The rupture of aneurysms in the splenic artery and in other branches of the aorta can result in massive haemorrhage during pregnancy and following delivery.

Sumário (português)  :

Comentários :

Argument (français) :

Argument (English):

Argumento (português):

Palavras-chaves :

➡ placenta prévia/accreta ; hemorragia post-partum ; morbidade

Autor da esta ficha :

Cécile Loup — 08 Oct 2004

Discussão (exibir apenas português)
 
➡ Reservado para usuários identificados



 Li a carta de discussões e aceito as condições (leia as diretrizes)

barre

Efectuar uma nova consulta especialista --- Outro pedido simples

Criação de uma ficha --- Importar registros

Gerenciamento de usuários --- Fazer backup do banco de dados --- Contato

bar

Esta base de dados é gerida pela Alliance francophone pour l'accouchement respecté (AFAR, https://afar.info)
filiados Collectif interassociatif autour de la naissance (CIANE, https://ciane.net).
Ele é alimentado pelas contribuições de voluntários interessados ​​em compartilhar informações científicas.
Se você aprovar este projeto, você pode nos ajudar de várias maneiras:
(1) tornar-se um colaborador com base nisso, se você tem um pouco experiência na literatura científica
(2) ou apoio financeiro AFAR (veja abaixo)
(3) ou tornar-se um membro da AFAR (ou outra associação afiliada à CIANE).
Faça login ou crie uma conta para seguir as alterações ou se tornar um editor.
Contato afar.association(arobase)gmail.com para mais informações.

Valid CSS! Valid HTML!
Doar para a AFAR (clique em “Faire un don”) nos ajudará a manter e desenvolver sites e bancos de dados
públicos para o apoio das decisões informadas dos pais e cuidadores com relação ao parto