Français English Español

Você quer tra­ba­lhar em vio­lên­cia obs­té­tri­ca? AFAR (Aliança Francófona por Respeito ao Nascimento) rela­ta a pes­qui­sa.

Quase 60 estu­dos – medi­ci­na, mai­êu­ti­ca, direi­to, antro­po­lo­gia – foram sele­ci­o­na­dos e clas­si­fi­ca­dos em 2016: veja a com­pi­la­ção (PDF em fran­cês). Para faci­li­tar a rápi­da iden­ti­fi­ca­ção, os resu­mos foram tra­du­zi­dos para o fran­cês, comen­ta­dos e for­ne­ci­dos com hiper­links que per­mi­tem encon­trar o estu­do na rede em um cli­que. Se você dese­ja ir mais lon­ge, os estu­dos não sele­ci­o­na­dos são lis­ta­dos no final do docu­men­to. Destinado prin­ci­pal­men­te para o mun­do de lín­gua fran­ce­sa, onde o assun­to con­ti­nua a ser pou­co estu­da­do, todos os estu­dos são aces­sí­veis em Inglês atra­vés do nos­so ban­co de dados mul­ti­língüe.

Esperamos sin­ce­ra­men­te que este tra­ba­lho aju­de a aumen­tar a cons­ci­en­ti­za­ção sobre a vio­lên­cia obs­té­tri­ca, faci­li­te sua pre­ven­ção e for­ne­ça dire­tri­zes úteis para melhor aten­di­men­to das víti­mas. Não hesi­te em espalhar-se ampla­men­te.


Categorias: Dados médicos

0 comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.