Français English Español

Um pro­ble­ma real na evo­lu­ção das prá­ti­cas médi­cas é o aces­so ao conhe­ci­men­to. Na França, são pou­cos os pro­fes­so­res que bus­ca­rão os resul­ta­dos da pes­qui­sa para fazê-los pas­sar em seu ensi­no, de modo que às vezes leva uma gera­ção entre a publi­ca­ção dos resul­ta­dos e sua imple­men­ta­ção …

A AFAR, atra­vés do seu ban­co de dados onli­ne, está ten­tan­do faci­li­tar a pas­sa­gem das duas pri­mei­ras valas. A ter­cei­ra: quan­do os pro­fis­si­o­nais de saú­de des­co­brem que alguns pais estão mais bem infor­ma­dos do que sobre um assun­to espe­cí­fi­co, e que apren­dem a pes­car infor­ma­ções, eles come­çam por sua vez, sem espe­rar pela gera­ção. Em segui­da, faça isso em seu lugar.

Essas novas for­mas de aces­so ao conhe­ci­men­to estão per­tur­ban­do as rela­ções de poder. Mas nós não temos nenhu­ma mudan­ça soci­al sem tal revi­ra­vol­ta.